Pages

quinta-feira, 18 de setembro de 2014

Fim de Semana.


Visita Dep. Alfredo Kaefer.

Estou publicando estas fotos para registrar a presença do Deputado Federal Alfredo Kaefer, que fez questão de vir até Barbosa, para conhecer estes jovens que estão ao seu lado.
Por ser deficiente físico, o Deputado mantém em Cascavel, um Centro de Reabilitação e de confecção de próteses, onde os dois jovens barbosenses estão sendo atendidos e colocarão suas próteses nos próximos dias.
Na primeira foto, as pessoas que trabalham para o Deputado Alfredo Kaefer, na distribuição de seu material de campanha.

quarta-feira, 17 de setembro de 2014

Sobre o IPTU.

Como as pessoas me abordam na rua para falarem sobre o assunto, vou fazer aqui um resumo das dúvidas e o que pode e está sendo feito.
Pagar ou Não pagar?
Eu não pagaria, e direi porque.
O valor é abusivo, extrapola a racionalidade e não há amparo Legal para tal abuso.
Está sendo preparada Ações no Judiciário para derrubar estes índices praticado por um prefeito "sem noção".
Primeiro deve ser impetrado um Mandado de Segurança, é uma via mais rápida, mas, será também feita uma Ação Civil Pública, onde serão atacados DOIS pontos importantes.
Primeiro: O índice de 172% usado para corrigir a Unidade Fiscal do Município, pois, todas decisões de nossos Tribunais só têm aceito a correção da inflação do período, e o segundo ponto é o fato de o município TER usado o critério de AMOSTRAGEM, algo inaceitável em se tratando de imposto, pois, cada terreno tem sua particularidade.
Cada cidadão deve fazer um requerimento ao município pedindo a revisão dos valores, o modelo está na Lan House do Renato, ao lado da Americana, ou procurar um advogado de sua confiança.
SE a resposta do município não for satisfatória a você, resta efetuar o depósito judicial, mas, ai o valor a ser depositado é o valor do IPTU de 2013 acrescido da correção do ano (6%).
Mas, vamos imaginar que tudo de negativo, que o município ganhe a questão. Mesmo assim entendo que não deve haver o pagamento, aguardem o próximo prefeito que, com certeza oferecerá um REFIS com perdão das multas.
Mas, na minha opinião, PAGAR é voltar ao tempo da escravidão, onde o escravo "beijava a mão" de quem o açoitava. Pagar este imposto abusivo é CONCORDAR em ser LESADO, é abrir mão da pouca dignidade que resta ao brasileiro.
Esta é a MINHA opinião.

terça-feira, 16 de setembro de 2014

Sessão da Câmara.

Quero somente  fazer o registro, pois, sobre a sessão da câmara do dia 15/09/2014, irei escrever  a posteriori. Mas, foi lamentável.
O destaque positivo foi que (quebrando protocolo) as pessoas presente aplaudiram o vereador Dametto.

segunda-feira, 15 de setembro de 2014

Que Diferença !!

A foto é da coluna do Rato, e quem diria que dois anos depois já estaríamos sentindo saudade da Gestão anterior.

Recursos do PAM - Incompetência ou Pilantragem?

O que são recursos do PAM ?
Segundo nossos Deputados, capitaneados pelo presidente da Assembleia, Valdir Rossoni, houve sobra do orçamento ( ou seja, os Deputados erraram quando fizeram o orçamento) alguém acredita nisto? e sobraram, no ano de 2013, a bagatela de R$ 150 milhões, que de comum acordo com o Betinho, resolveram distribuir estes recursos aos municípios com menos de 50 mil habitantes. Mas, distribuição esta feita somente pelos Deputados da base do Governador. E, para conhecimento de vocês, Barbosa só foi agraciado por que o Steffanes Jr. está precisando de voto, pois não deve se reeleger.
Mas, quero falar sobre o Deputado Valdir Rossoni, ele ofereceu ao vereador Ronnie Tavares, R$ 15 mil para que trabalhasse para ele, fazendo uma dobradinha junto ao Acorsi, e, mesmo precisando de dinheiro, ví o Ronnie recusar, sob o argumento que o Rossoni NUNCA fez nada por Barbosa. E decidiu apoiar o Deputado Federal Alfredo Kaefer, que já enviou para cá DUAS Emendas e já tem outra de R$ 200 mil programada para 2015, Emenda esta que irá beneficiar a Associação do Poço Azul e vizinhança.
Ah, o Ronnie recusou, mas, têm "pseudoliderança" que aceitou e logo irá colocar a campanha do Rossoni na rua, então, saberão quem é.

quinta-feira, 11 de setembro de 2014

Pagar ou Não Pagar o IPTU ??

Não mudei em nada minha forma de pensar, e, ouvindo a entrevista do Prefeito, Procurador, minha convicção aumentou.
Na minha opinião, a "Comissão de Avaliação", NÃO realizou os estudos necessários (incluindo vistoria nos imóveis) para determinar o real valor dos imóveis. Ou seja, fizeram um reajusto no "acho que vale...", e, diante disto, vai aqui minha sugestão de como proceder (inclusive foi esta a orientação do procurador).
Cada cidadão deve fazer um Requerimento em duas vias, (o Renato da Lan House tem o modelo), solicitando ao município explicações para tal reajuste, e o município terá 15 dias para responder, caso a resposta não ocorra ou não seja satisfatória, deve então, cada cidadão, entrar em juízo e efetuar o "Depósito Judicial", tomando por base o valor do ano de 2013, corrigido pela inflação do período ( 6%). Até segunda feira já estarei fornecendo o nome do advogado que arrumarei para defender os contribuintes interessados em agirem assim. 
Cada um pode contratar o advogado de sua confiança, mas, penso que uma Ação Coletiva pode baratear as custas processuais.
Para maiores informações, utilizem este blogue ou, o e-mail cflima56@gmail.com ou pelo fone: 44 9988-0255 ou 44 8808-5051.  

Fazer o Papel de "Advogado do Diabo".

Embora os seis vereadores que votaram a favor das mudanças do Código Tributário Municipal sejam maiores e saibam se defender, irei dar minha opinião sobre o assunto.
O que o Gilson (sem noção) Cassol fez o César também fez, mas de maneira parcelada.
Votarem um novo Código Tributário Municipal, segundo afirmativa do Procurador do Município, feita hoje ao representante do Ministério Público, era uma "exigência Legal".
Com relação ao IPTU, os percentuais foram reduzidos, criou-se um zoneamento, e isto é uma verdade, como acaba ai a responsabilidade dos vereadores. "SE" o município tivesse aplicado a correção da inflação sobre o valor venal dos imóveis e cobrado e IPTU com os atuais índices, o valor deste ano seria a metade do ano passado.
Mas, quando você têm o Prefeito que não dialoga, não respeita o que acorda com seus parceiros e muito menos cumpre o que fala, pois não sabe do que está falando, ocorre o que aconteceu.
Depois de aprovado o CTM, criou-se uma Comissão de Avaliação (possivelmente por Decreto do Prefeito) que reajustou o valor venal dos imóveis ( a critério deles), pois ninguém visitou as residências de Barbosa para avaliá-las. Colocaram o valor que "acharam" que valia, e a "cagada" é este aumento absurdo, que está causando revolta a todos.
Que existem distorções a serem corrigidas, isto ninguém nega, mas, mesmo assim, fazer esta correção de uma só vez, em pagamento único, é a prova de que o nosso prefeito de direito e o prefeito de fato, estão (como é mesmo a gíria?) "Nem ai para a população", no popular, "que se fodam.." querem é arrecadar para gastarem mal, como vêm gastando neste quase dois anos.
Resumindo: A aprovação do novo Código Tributário era uma necessidade, ele reduziu índices. Mas, a necessidade de "caixa" de uma Gestão incompetente criou um mostro chamado "Comissão de Avaliação" e ...o que os seis vereadores fizeram, outros também já fizeram e ainda farão, pois, é difícil negar ao Prefeito que se aprove medidas jurídicas que viabilizem a administração pública, até porque vejam o que foi dito pelo Gilson, aos seis vereadores: "O aumento do IPTU não será superior a 10%, nas vilas o valor irá baixar, e haverá somente a "correção de valores" dos imóveis na área central".
Então, pergunto: É justo condenarem quem haje de boa fé?

quarta-feira, 10 de setembro de 2014

Falta de Respeito.

Gostaria de estar publicando estas fotos e dizendo "Parabéns prefeito por mais esta realização". Mas, não, infelizmente o que estou mostrando a vocês é a maior prova da falta de respeito e desconsideração que um "pseudo administrador" pode demonstrar por um ser humano.
Vendo este trabalho sendo feito, percebe-se agora o porque o Gilson é sempre o primeiro voluntário a chegar nas casas vítimas de algum infortúnio, é que ele gosta de ver as desgraças das pessoas.
Pois, a efetivação desta obra desnecessária é só uma: INUNDAR ainda mais as casas das pessoas que residem ao seu redor, como já aconteceu este ano e nos anos anteriores. E, como é impossível "construir casas em cima de tambores", conforme o Prefeito Gilson Cassol sugeriu aos moradores vítimas das enchentes.
Mas, diferente do Gilson "sem noção" Cassol, sugiro aos moradores que recorram ao judiciário, exijam do município estudos que provem que a obra não irá causar maiores danos a suas residências em caso de enchentes, mas sejam rápidos, pois, creio é possível embargar tal monstruosidade. 

segunda-feira, 8 de setembro de 2014

Carta do Presidente.

Transcrevo aqui correspondência recebida do Presidente da Câmara, vereador Luciano Soares de Souza.

Barbosa Ferraz, 08 de setembro de 2014.

Cidadão barbosense,

É com sentimento de indignação e revolta que venho de forma pública e democrática dizer a toda população barbosense que, em minha opinião, os valores cobrados no IPTU 2014 são abusivos e que cada contribuinte têm o direito de procurar os mecanismos Legais e Jurídicos para assim quitar seus débitos pela inflação do período ou depositar os valores em juízo.
Coloco-me a disposição para esclarecer dúvidas, assim como me coloquei contra esse tipo de correção desde a primeira reunião.

Luciano Soares de Souza - 8812-0992