Pages

quarta-feira, 20 de maio de 2015

Ciume de Homem é FODA.

O vereador e presidente da Câmara Elson Zacarias, anda desgostoso com o prefeito Gilson Cassol, pois, alega que o Gestor tem atendido mais o vereador Dametto, nas suas solicitações, do que a ele, e, em virtude deste "ciume" (de outro homem) está "retaliando" o Chefe do Executivo.
O Executivo Municipal enviou o Ofício 190/2015, solicitando que votassem o Projeto 14/2015 - Unificação e desmembramento de lotes para doar. em regime de urgência, o que o presidente da Câmara, Elson Zacarias, está se recusando a fazer, fato que gerou "bate-boca" com o vereador Dametto, que juntamente com o vereador Luciano, são favoráveis a votação em regime de urgência e ao Projeto.
Trata-se de um Projeto de interesse social, que irá favorecer famílias de baixa renda, e, o "interesse pessoal" (ciume de outro vereador), está prejudicando a comunidade favorecida.
Lamentável.

Nota: O vice-presidente da Câmara, vereador Julielton P.Rodrigues, mais os OUTROS sete vereadores, resolveram "passar por cima" do presidente e convocaram as sessões extraordinárias para sábado e domingo.
Parabéns aos OITO vereadores que agiram com bom senso.

terça-feira, 19 de maio de 2015

Convenção do PMDB.

Barbosa Ferraz, Estado do Paraná 18 de maio de 2015.


Edital de Convocação

O Presidente do Partido do Movimento Democrático Brasileiro- PMDB, de acordo com o estatuto do partido convoca todos os filiados do partido PMDB, para comparecerem às 9:00 horas do dia 30 de maio de 2015, na Rua Santa Catarina 690, para eleição do Diretório Municipal e Executiva do PMDB de Barbosa Ferraz.

                                        Atenciosamente


                                   Presidente do PMDB

segunda-feira, 18 de maio de 2015

I P T U 2015


sexta-feira, 15 de maio de 2015

Diárias, Novas Decisões.

O Poder Judiciário da Comarca de Barbosa Ferraz,  proferiu sentença condenatória contra os vereadores José Eduardo Cornelian e José Roberto Dametto, e nenhuma novidade, se considerarmos o decidido nos autos do Roxinho e Elson.
O vereador José Roberto Dametto foi condenado a devolver a importância de R$ 6.805,93 corrigidos, mais multa de DUAS vezes o valor acima e a perda do direitos políticos por oito anos.
O vereador José Eduardo Cornelian, foi condenado a devolver R$ 7.888,95 corrigidos, mais  multa de DUAS vezes o valor acima e perdas do direitos políticos por OITO anos.
Já manifestei em artigo anterior que, como cidadão, satisfaz-me a sentença, mas, insisto em discordar do mérito, e, entendo, deveria o Ministério Público recorrer de tal decisão, e explico:
A Ação do MP baseou-se na decisão do STF, que entende que: " Diárias são verbas indenizatórias, necessária sua comprovação.( e, ofício entregue a Deputado não comprova despesas).
Mais, e ai entro no mérito do conceito do Magistrado, citando o empenho 33/2013: "pagamento de duas diárias até a cidade de Curitiba-Pr., a fim de protocolar junto ao Instituto de àguas e perante o gabinete do Deputado Antonio Anibelli, ofícios reivindicando a construção de um poço artesiano para APAE, asilo e Vila Rural Beija-Flor, e, ainda, protocolar ofício junto ao Instituto das Águas do Paraná, solicitando a construção de uma tubulação de recepção de água em todo o distrito de Bourbônia.
O questionamento jurídico que faço aqui é o seguinte: O narrado acima é função de vereador? ou do Executivo?
Mas, aos meus leitores, esclareço que o que escrevi é a opinião deste "descendente indígena por autodeclaração", que, talvez, por ter cultura diferente, pense diferente.

quinta-feira, 14 de maio de 2015

Quem Fala o Que Não Deve, ...

A resposta abaixo veio após um delegado dizer que os Policiais Militares são "trabalhadores braçais".
Resposta dada pelo Cap PMPB ao ilustre Delegado:
Agradeço ao ilustre intelectual pelo elogio, pois o nosso país foi e continuará sendo construído pelos trabalhadores braçais que colocam frutas e verduras nas nossas mesas, pelos operários da construção civil, que constroem as nossas residências e por outra infinidade de profissionais BRAÇAIS. Eu ficaria muito triste se o nobre Patricio me considerasse como o senhor se considera, intelectual e pensador, pois estes me envergonham, por roubarem a petrobras, desviarem milhões do dinheiro público e fazerem acordos fraudulentos. A intelectualidade brasileira vem se omitindo a cada dia diante dos inúmeros problemas que o nosso país enfrenta, inclusive na segurança pública, e que não ainda não conseguiram resolver. Aqui onde resido, em Campina Grande, todos os dias caixas eletrônicos são explodidos e os poucos trabalhadores braçais que já passam a noite e o dia todo labutando em defesa da sociedade ainda não conseguiram a faculdade da onipresença para estarem em todos os lugares ao mesmo tempo, mas infelizmente também não percebemos a presença dos intelectuais que pudessem investigar e realizar as brilhantes prisões que alavancam a nossa segurança pública. Escolhemos nosso honroso trabalho braçal com orgulho e dedicação. Ainda não somos reconhecidos pela nossa sociedade ingrata e hipócrita, que envenenada de orgulho e vaidade, ainda se preocupam apenas com vossos umbigos. Como trabalhadores braçais, estamos a quase 200 anos como instituição pública, mantenedora da ordem e da tranquilidade pública em busca da utópica paz social ainda não formulada pelos intelectuais. A cegueira da ignorância é como uma ferida nos olhos de quem vê. Escolhemos sermos braçais, mas úteis à sociedade ingrata e demagoga, na qual estão inseridos no topo os intelectuais. Com o meu malho e meu cinzel continuarei a quebrar as pedras que encontrarei pelo caminho, na tentativa falida de livrar a sociedade dos algozes e criminosos e dos intelectuais inertes, em busca de uma recompensa que não virá nessa vida terrena. Continuarei sendo um braçal, se assim o supremo arquiteto do universo permitir, cavando masmorras aos vícios e erguendo templos às virtudes, para que amanhã eu não me torne um mero intelectual.
Cap Samaroni Delgado – Mestre de obras

O Jeito do Beto "Hitler" Richa/PSDB de Governar.

Leis podem causar danos à União
Documento protocolado hoje pede providências à Procuradoria da República no Estado do Paraná
Curitiba, 13 de maio de 2015 - O deputado estadual Requião Filho (PMDB-PR) protocolou hoje um pedido de providências junto a Procuradoria da República no Paraná requerendo análise de algumas leis sancionadas no Estado, por suspeita de inconstitucionalidade e futuros danos aos cofres públicos federais.
A alegação do parlamentar é de que o conjunto de leis foi aprovado de maneira apressada e equivocada, considerado irregular pelo Ministério de Previdência Social. Mas, por meio de uso indevido de uma liminar, o governo continuará com o Certificado de Regularidade Previdenciária, o que lhe garante a obtenção  de empréstimos e recursos federais. "É um risco enorme, porque se a União continuar a fornecer recursos ao Estado do Paraná, nas atuais condições, não há garantias de que um dia conseguirá repor este montante à federação”, alertou o deputado peemedebistas, vice-líder da oposição na Assembleia Legislativa.
“É emprestar dinheiro para quem está com o nome sujo! Ele administrou mal o dinheiro do povo e está  pegando dinheiro dos outros, sem um plano concreto, sem garantias de devolução. Esta semana, anunciou o empréstimo em um banco no exterior, de nada mais nada menos do que 800 milhões de dólares para pagar contas. O valor é muito alto e, na conversão de valores, no câmbio atual, pode chegar a R$ 2,4 bilhões. Este tipo de atitude irresponsável, coloca em risco o futuro financeiro do estado. Algo precisa ser feito para evitar que a atual gestão estadual continue colocando os cofres públicos em endividamento irreversível. Os futuros administradores terão muita dificuldade em pagar o impagável, e a população será a principal atingida por estas medidas”, afirmou Requião Filho.

Cumpra Seu Dever, Dengue Mata.

Atualização da situação dos casos suspeitos de dengue:

Notificados: 151
Negativo: 98
Positivo: 10 ......( sendo 3 Autoctone (adquiriu no próprio município )   e       7 Importados ( Adquiriu em outro município).

OBS: todos com confirmação por exames laboratoriais

quarta-feira, 13 de maio de 2015

Tapa Buraco.



Quem transita no trecho Barbosa Ferraz, trevo de Campo Mourão/Roncador, deve ter notado que o percurso sofreu uma operação "tapa buraco", e o autor da solicitação foi o vereador Roberto Dametto.

Traição a Vista.

Dois Edis barbosenses (da base do Prefeito Gilson Cassol) foram a Campo Mourão, nesta terça-feira, jantar com o ex-vereador Edenilson Miliossi, que tenta se viabilizar como candidato em Barbosa Ferraz, e o cardápio não poderia ser outro: eleição 2016.
Mas, a inabilidade política do ex-vereador falou mais alto, pois, além se sugerir que os Edis mudassem de Partido (o que é inviável neste momento), ofereceu a eles o que dispõe os vereadores Roxinho e Dametto.
Vale lembrar que a "estrutura no setor de saúde", no Angelina Caron, está a oito meses, sob investigação do Ministério Público, e pode explodir no colo de muita gente. (e, para os oito vereadores que já respondem processo, não deve ser uma boa).
Mas, que o fato sirva de alerta ao Senhor Prefeito, pois, se estivessem contentes, não iriam lá.

sexta-feira, 8 de maio de 2015

Campanha de Vacinação.

Gostaria de solicitar o reforço da divulgação da Campanha de Vacinação deste Sábado 09/05/15 das 08:00 às 17:00 em todas as UBS da cidade e dos distritos